domingo, 22 de janeiro de 2017

Leitura do livro "Diga aos Mórmons que EU os amo" - Capítulo 05

Capítulo 5 - Joseph Smith ou Joseph Cristo?


Diante de um SUD, fale mal de Jesus Cristo, mas não de Joseph Smith Jr.; Ele é tido em altíssima conta por todos os SUD sem exceção. Nas reuniões da igreja, o nome mais ouvido, não é o de Jesus, ironicamente, o nome de Deus só vem depois de terem citado primeiro o nome de Smith, na célebre frase: “Eu sei que Joseph Smith é um profeta de Deus”.

Nunca ouvi um SUD dizendo: “Sei que Jesus Cristo morreu por meus pecados”.

Sempre Smith é colocado à frente de Jesus. Eles o respeitam de forma solene, chamando-o de “O Profeta”. Todos os escritos deixados por Joseph são considerados “inspirados por Deus”, mas a Bíblia é rejeitada pelos SUD, a não ser que tenha sido traduzida por Smith. Se Smith mudasse as regras da matemática, os SUD diriam: “Sabemos que as regras da matemática inventadas por Smith são verdadeiras”. Um diário que Smith deixou é mais valioso para os SUD do que a Bíblia original. Pergunte o que quiser a um SUD sobre a vida de Joseph Smith, e terá uma aula, experimente então, perguntar sobre a vida de Jesus para ver o resultado: Silêncio. A igreja SUD diz algo a respeito de Smith, que chamarei de “Declaração Absurda”:

“JOSEPH SMITH, O PROFETA E VIDENTE DO SENHOR, COM EXCEÇÃO APENAS DE JESUS, FEZ MAIS PELA SALVAÇÃO DOS HOMENS NESTE MUNDO DO QUE QUALQUER OUTRO HOMEM QUE JAMAIS VIVEU NELE.” (DOUTRINA E CONVÊNIOS – SEÇÃO 135:3)

Essa é provavelmente uma das declarações mais absurdas e sérias já citadas, por um ser humano, falando sobre outro ser humano. Ela dá a entender que se Jesus não tivesse vindo, o nosso “salvador” teria sido Joseph Smith, e que o calendário, seria marcado em “antes e depois de Joseph Smith”. Percebemos que ele é alguém “importantíssimo” para os SUD. Podemos até afirmar que ele é visto quase como um rei, porque Jesus é o Rei dos reis, logo, se Smith está apenas abaixo de Jesus, ele é visto como um “rei”, um “mini salvador”, um “mini deus”. É exatamente assim que a igreja SUD encara a vida de Joseph, cantando hinos com as seguintes palavras:

“Hoje ao Profeta rendamos louvores, foi ordenado por Cristo Jesus, para trazer a verdade aos homens, para ao mundo trazer nova luz.” (Hinário SUD, Hino n°14). A Bíblia nos ensina como devemos ver os outros seres humanos:

Assim, pois, importa que os homens nos considerem como ministros de Cristo e despenseiros dos mistérios de Deus. (1 Coríntios4:1)

Quem é Apolo? E quem é Paulo? SERVOS por meio de quem crestes, e isto conforme o Senhor concedeu a cada um. (1 Coríntios 3:5)

Joseph é praticamente “venerado” na igreja SUD. Nos testemunhos dos membros, sempre consta a frase: ”Sei que a Igreja é verdadeira, e sei que Joseph Smith é um Profeta de Deus”. A palavra “servo” não combina muito com Smith. Ele está mais para “senhor Smith”, “rendamos louvores ao profeta, etc.” Toda a ênfase da igreja SUD está em fazer com que as pessoas acreditem que Joseph foi um “Profeta de Deus”. A salvação não é sequer mencionada, nem o sacrifício de Jesus. Nenhum missionário é treinado para levar uma pessoa à Cristo, eles são treinados para ensinar as pessoas que devem “orar para saber se o Livro de Mórmon é verdadeiro”.

Nenhum missionário é treinado para ensinar às pessoas sobre o pecado, ou que são pecadoras, e precisam de perdão, mas eles ensinam que as pessoas precisam ser batizadas por alguém com autoridade, mesmo que esse pedido seja feito na segunda visita deles à sua casa, e nem tenha dado tempo suficiente para eles lhe explicarem que antes do batismo, é preciso o arrependimento. Isso não é falado.

Nenhum missionário é treinado para explicar o “porquê” de Jesus ter morrido, mas a primeira história que irão lhe contar será sobre Joseph Smith e sua famosa “Primeira Visão” (aquela que ocorreu no tal bosque).

Existe uma lógica (maligna) em colocar Smith num pedestal, afinal, se a pessoa colocar Deus em primeiro lugar, Smith perde seu reinado. Sendo que ele adulterou a Bíblia inteira, qualquer pessoa que não creia que ele foi um “profeta de Deus”, não pode ser admitida como membro da igreja SUD. A pessoa precisa escolher rejeitar a verdade de Deus, e aceitar toda uma falsa verdade de Smith. A ênfase no pecado, na necessidade de nos arrependermos, isso não é sequer mencionado, ao passo que é mais importante, obter um “testemunho” de que o “Livro de Mórmon é verdadeiro”, ainda que contraditório, e de que “Joseph Smith foi um Profeta de Deus”, ainda que mentiroso. Coisas muito mais importantes são negligenciadas pelos SUD.

A Arca: de Joseph Smith ou de Noé?

Na “Declaração Absurda”, Joseph é visto como um homem que “fez mais pela salvação desse mundo do que qualquer homem que jamais viveu nele”, ou seja, Noé é completamente esquecido, e um detalhe básico, é que sem a fidelidade de Noé a Deus, nem mesmo Joseph teria nascido! Noé foi o homem escolhido para dar prosseguimento a toda raça humana e isso é irrelevante? Será que Deus cometeu algum equívoco? Será que deveria ser então a “Arca de Joseph Smith”? Foi Smith por acaso quem deu prosseguimento a toda a raça humana? Esse fato é negligenciado pelos SUD. Eles vivem em uma espécie de idolatria ao homem, uma veneração extrema por Joseph Smith, sem avaliar o contexto geral dos fatos, e isso é muito perigoso para a vida espiritual.

Porém Noé achou graça diante do Senhor. (Gênesis 6:8)

Joseph enfrentando o Faraó?

Ele foi colocado também acima de Moisés, que foi o escolhido do Senhor para libertar seu povo e que, diga-se de passagem, realizou um dos fatos mais impressionantes já relatados na Bíblia: Foi o homem que Deus usou para abrir o Mar Vermelho. Mas infelizmente uma suposta oração num bosque sem ninguém de testemunha, é mais importante do que isso se tomarmos por base a “Declaração Absurda”.

Joseph, o melhor dos melhores


Joseph é também colocado acima de José, do Egito, que ajudou o mundo antigo a não morrer de fome nos sete anos de escassez, acima de Paulo, que pregou o Evangelho para quase todo o mundo Antigo, e tem suas cartas em grande parte do Novo Testamento (inclusive lidas por Joseph Smith).

É interessante lembrar, que foi lendo a Bíblia, e não outro livro, que Joseph foi “orar” no tal bosque, e recebeu a suposta revelação, agora perguntamos: Porque essa desvalorização tão grande dos homens bíblicos? Pensando nessa posição tão perigosa da igreja SUD com relação a Joseph, vamos analisar um comentário do Senhor Jesus:

“Em verdade vos digo: entre os nascidos de mulher, ninguém apareceu maior do que João Batista; mas o menor no reino dos céus é maior que ele.” (Mateus 11: 11)

João Batista, o homem que preparou o caminho para o Salvador da Humanidade. Jesus colocou João Batista acima de Moisés, Elias, José do Egito, Isaías, Ezequiel.

Tantos outros homens que Deus usou para operar milagres. E Smith é colocado na fila, na frente de todos eles, logo após Jesus? Smith, segundo? O que foi que Smith fez? Pegou um livro pronto (a Bíblia), adulterou completamente seu texto com a desculpa de que foi “mandamento de Deus”, inventou leis estranhas dizendo que foram ordenadas por Deus, se misturou com satanistas chamando-os de irmãos, e simplesmente passou na frente de todos esses homens? Ele não se julgava um “apóstolo” ordenado por Deus?

Em uma revelação recebida durante a reunião, o Senhor indicou Joseph Smith como o líder da Igreja: ”Vidente, tradutor, profeta, apóstolo de Jesus Cristo, élder da igreja por vontade de Deus, o Pai (...)(Ensinamentos dos Presidentes da Igreja – Joseph Smith- p 10,11-Edição de 2007)

Smith está equivocado quanto ao seu título de Apóstolo, já que Paulo disse o seguinte sobre homens que são realmente Apóstolos:

(...) Deus nos pôs a nós, os apóstolos, em último lugar... (1 Coríntios 4:9) – Grifo meu.

Se Deus que é o Todo Poderoso, pôs os apóstolos por último, quem são os líderes SUD para pôr Smith “um apóstolo” em segundo, com exceção “apenas de Jesus”?

Imagino que provavelmente os líderes SUD dirão que essa passagem da Bíblia também está errada... Todas as passagens bíblicas que refutam os ensinos SUD “sempre estão erradas”. É mais fácil negar os fatos do que encará-los.

O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento. (Oséias 4:6)

Tudo que os SUD têm, é “o melhor”, seu profeta é o melhor dos homens do planeta, perdendo somente para Jesus:

O Presidente Brigham Young testificou: ”Não creio que haja um homem vivendo nesta terra que o tenha conhecido melhor do que eu; e declaro sem temor que, com exceção de Jesus Cristo, nunca houve nem há homem melhor que tenha vivido nesta Terra. Sou testemunha disso.” (Ensinamentos dos Presidentes da Igreja – Joseph Smith, pg 27).

Seu livro é o mais correto do planeta, e nesse ponto eles não o colocam em segundo lugar.

Com respeito a este registro [Livro de Mórmon] o Profeta Joseph Smith declarou: ”Eu disse aos irmãos que o Livro de Mórmon era o mais correto de todos os livros da Terra e a pedra fundamental de nossa religião; e que seguindo seus preceitos o homem se aproximaria mais de Deus do que seguindo os de qualquer outro livro.” (Livro de Mórmon, Introdução, pg V. Edição de 1997) - Minha citação entre colchetes.

Sua igreja é a única verdadeira, sendo que o Senhor Jesus não veio fundar uma igreja (tijolos, concreto, cimento, etc.).

(...) a única igreja verdadeira e viva na face de toda a Terra, com a qual eu, o Senhor, me deleito, falando à igreja coletiva e não individualmente. (Doutrina e Convênios 1: 30)

Falcatruas de Joseph Smith Jr.
Vejamos isoladamente fatos incríveis, e até irônicos que mostram a falta de lógica no dito chamado de “profeta” de Joseph Smith: O profeta insistente: Quando Joseph supostamente traduzia o manuscrito do Livro de Mórmon, um homem chamado Martin Harris pediu para levar algumas folhas traduzidas a fim
de mostrar para sua família, vejamos o resultado:

“Martin pediu várias vezes ao Profeta que lhe desse permissão de levar o manuscrito para a casa dele, em Palmyra, para mostrar a alguns membros da família. O Profeta fez pedido ao Senhor e foi-lhe negado, mas ele insistiu mais duas vezes e finalmente Martin recebeu permissão para levar o manuscrito.

Enquanto o manuscrito estava em Palmyra, ele foi roubado e nunca mais foi recuperado. O Senhor retirou do Profeta, por algum tempo, as placas, o Urim e o Tumim e o dom da tradução, deixando-o humilhado e arrependido. Em uma revelação do Senhor, Joseph aprendeu que precisava sempre temer a Deus mais do que aos homens. (Ensinamentos dos Presidentes da Igreja – Joseph Smith, pg 08 e 09, Edição de 2007)

Que espécie de profeta era Smith, que não obedeceu à primeira negativa, e foi insistir mais duas vezes? Isso tudo era sede de ser aceito? Que deus era esse? O Deus da Bíblia, o único Deus que existe, não tem ânimo dobre como esse deus/homem de Smith (Veremos no Capítulo 6 sobre o caráter humano do
deus/homem de Smith).

Quando Moisés insistiu a Deus para que o deixasse ver a Terra Prometida, Deus não se dobrou a insistência dele, mas o repreendeu!

Por favor! Deixa-me atravessar, para que veja essa boa terra que está além do Jordão, essa boa região montanhosa, e o Líbano. Mas o Senhor se indignou contra mim por causa de vós, e não me escutou; e o Senhor me disse: Basta!

Não me fales mais nisto. (Deuteronômio 3: 25, 26)

O profeta que não sabia se seus registros eram verdadeiros: Martin Harris teve que mostrar alguns caracteres a estudiosos para testificar se eram verdadeiros: Fevereiro de 1828 - Martin Harris mostra uma cópia de alguns caracteres das placas de ouro a estudiosos famosos, inclusive Charles Anthon e Samuel L. Mitchill, na cidade de Nova York. (Ensinamentos dos Presidentes da Igreja – Joseph Smith, pg XIV)

Smith não era profeta e “vidente”? Por que precisava da aprovação de humanos para realizar coisas “espirituais”?

Demônios do Abismo Infernal:

Em uma das ocasiões em que Smith esteve preso com seus amigos da igreja, os guardas estavam zombando dos SUD, e Smith teve uma crise de irritação. Reagiu xingando os guardas. Porém, usou um vocabulário nada polido, de homem que está abaixo “apenas” de Jesus, e os líderes SUD viram problemas com relação à falsa imagem de bom profeta e homem santo que Smith tinha. Mas isso não seria nenhum problema para os líderes SUD, eles já estão acostumados a adulterar textos, e adulteraram um texto que faz parte da história de Smith, analisaremos uma situação original, e como ela ficou depois de alguns “pequenos ajustes ortográficos”.

Smith xingou os guardas de “demônios do abismo infernal”, só podemos ler isso na edição de 1996 do livro “Nosso Legado”. As Edições dos livros SUD atuais que contam essa mesma história, retiraram as ofensas de Smith! Por exemplo, no livro “Ensinamentos dos Profetas da Igreja - Joseph Smith”, na Edição de 2007, convenientemente, os líderes trocaram as ofensas por um parênteses com reticências dentro. Muito conveniente, afinal, o grande “profeta” chamou os guardas de demônios, e isso não fica bem, ele os amaldiçoou! Como os líderes SUD são “especialistas” em adulterar textos, mudaram as palavras de Smith, vejamos como foi a situação:

TEXTO ORIGINAL (assim pensamos, pois são tantas as alterações que Joseph pode ter xingado os guardas de nomes muito mais “repugnantes” e os líderes antigos podem ter escolhido “a dedo” o que iria aparecer) 

(...) “uma noite, os guardas estavam escarnecendo dos prisioneiros, (...) Joseph se levantou de repente e repreendeu os guardas com grande poder: ”SILÊNCIO, demônios do abismo infernal. Em nome de Jesus Cristo, eu vos ordeno que vos caleis; não ouvirei esse linguajar nem mais um minuto. Cessai vossa conversa, senão morrereis ou morrerei eu NESTE INSTANTE!”(Nosso legado, pg 51, Edição de 1996)

Agora, vejamos como está sendo exposta atualmente a situação, depois de alguns “reparos ortográficos”:

“CALEM-SE. (...) Em nome de Jesus Cristo eu os repreendo e ordeno que se calem; não viverei nem mais um minuto ouvindo esse tipo de linguagem. Parem com essa conversa, ou vocês ou eu morreremos NESTE INSTANTE!” (Ensinamentos dos Presidentes da Igreja – Joseph Smith pg 369; Edição 2007)

É claro que um líder SUD dirá que foram feitas apenas “alterações ortográficas”, para que o texto fique “atualizado”, e que nenhuma “verdade foi alterada”... Será que não? Onde está o xingamento de Smith no texto novo? R: Não é conveniente que apareça, por isso foi trocado pelo pequeno parênteses com as reticências dentro. A expressão “não ouvirei esse linguajar” foi trocada por “não viverei nem mais um minuto”. Será que o sentido do texto mudou? R: Certamente, porém um líder SUD irá defender com unhas e dentes a idéia de que foram apenas ajustes ortográficos, que “em nada alteram o sentido do texto”.

Vimos mais uma vez como os líderes SUD manipulam segundo suas conveniências textos e mais textos ao longo dos anos. E é exatamente esse método que eles usaram para adulterar a Bíblia, e o próprio Livro de Mórmon com seus erros “ortográficos”.

Atitude louvável?

Alterações de textos a parte, analisaremos a “nobre” atitude de Smith, ao amaldiçoar os guardas:

Joseph Smith foi um exemplo que podemos seguir ao desenvolver um caráter semelhante ao de Cristo (Ensinamentos dos Presidentes da Igreja – Joseph Smith, pg 522)

Jesus amaldiçoaria assim os guardas? Até aonde a história bíblica nos conta ele foi como ovelha muda para o matadouro. 

Ele foi oprimido e humilhado, mas não abriu a boca; como cordeiro foi levado ao matadouro; e, como ovelha muda perante seus tosquiadores, ele não abriu a boca. (Isaías 53:7)

Jesse N. Smith, primo de Joseph Smith: ”[O Profeta] era incomparavelmente o homem mais semelhante a Deus que já conheci. (...) Sei que por natureza era incapaz de mentir e enganar. (Ensinamentos dos Presidentes da Igreja – Joseph Smith, pg 524)

Se Smith era incapaz de mentir e enganar, ele não era humano, pois somos pecadores por natureza. E o Senhor aspirou o suave cheiro e disse consigo mesmo: Não tornarei a amaldiçoar a terra por causa do homem, porque é mau o desígnio íntimo do homem desde a sua mocidade; nem tornarei a ferir todo vivente, como fiz. (Gênesis 8: 21) – Grifo meu. Smith, segundo palavras dele mesmo, perdeu a Vida Eterna:

Não procurem salvar sua vida, porque aquele que tiver medo de morrer pela verdade, perderá a vida eterna. (Ensinamentos dos Presidentes da Igreja – Joseph Smith, Capítulo 46, pg 557)

Então ele perdeu a vida eterna, já que tentou salvar sua vida pulando pela janela, mas foi morto na tentativa: 

Foram eles assassinados na cadeia de Carthage, no dia 27 de junho de 1844, perto das cinco horas da tarde, por uma turba composta de 150 a 200 pessoas armadas e pintadas de negro. (...) Joseph Smith saltou da janela e foi morto a tiros na tentativa, exclamando: Ó Senhor meu Deus! (Doutrina e Convênios 135:1) – Grifo meu 

Smith foi morto na tentativa de salvar sua vida... Então, como ele mesmo afirmou, ele tinha medo de morrer pela verdade. Jesus se deixou capturar, não tentou “pular a janela”.

Argumentos de que “Smith reagiu como qualquer ser humano reagiria” não funcionam aqui. Quem alertou para o “perigo” de tentar salvar a própria vida foi ele mesmo...

Continue a leitura:

Capítulo 1 - Traídos pela própria fé

Capítulo 2 - Somente eu fiquei

Capítulo 3 - Um bosque, dois Personagens e um jovem

Capítulo 4 - A Maçonaria e seu filho Mormonismo

Capítulo 5 - Joseph Smith ou Joseph Cristo?

Capítulo 6 - E Deus criou... Deus?

Capítulo 7 - O jogo dos sete erros, ou dos 3.193 erros?

Capítulo 8 - Deem uma agenda para Jesus!

Capítulo 9 - Negros – A cor do Sacerdócio

Capítulo 10 - Eu os declaro marido e ... mulheres?

Capítulo 11 - “Diga aos Mórmons que Eu os amo...”


Veja também:

Joseph Smith na Maçonaria - Veja o que um Ex-Maçom tem a dizer no video "Eu servi Lúcifer sem saber":


O ex-maçom francês Serge Abad-Gallardo, esteve na Maçonaria por 24 anos e escreveu três livros: Eu servi Lúcifer sem saber, Porque deixei de ser maçom e Eu bati à porta do Templo.

Joseph Smith fez mais do que Jesus?



Testemunho de Ex-Bispo Mormon - Lee Baker

*


Testemunho de Lynn Wilder, ex-Professora da Brigham Young University (BYU)
 e de como seu filho, foi excomungado.




Testemunho de MicahWilder, Ex Elder: Sei que a Igreja e verdadeira:




Licença Creative Commons ----    Licença Creative Commons



Diga aos Mórmons que Eu os amo é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported. [TAGS: onde comprar Diga aos Mórmons que Eu os amo, download, grátis, gratuito, de graça, ler, baixar, upload, mormonismo, maçonaria, Joseph Smith, GADU, G.A.D.U., Grande Arquiteto do Universo, ritos, rituais, rito escocês, rito de york, companheiro, companheiros, com um acordo, gestos, sinais, William Schnoebelen, graus de glória, exaltação, deuses, deus homem, maçom, maçons, maçônico, maçônica, maçônicos, maçônicas, Loja Azul, Grande Oriente, GOB, Tubalcaim, batidas, Mestre maçom, Grau 33, 33° Grau, Grão Mestre, Druida, ofício, sacerdócio, sacerdotal, Templo, Salt Lake City, Utah, SUD, LDS, Santos dos últimos dias, santo dos últimos dias, missionário, porta a porta, ala, estaca, regional, reunião sacramental, ceia, livro de mórmon, morôni, Presidente Gordon, No man Knows my History, Albert G. Mackey, Albert Pike, o simbolismo da maçonaria, Morals and Dogma, As Constituições de Anderson, Old Charges, O DNA e o Livro de Mórmon, Levantando o Véu da Poligamia, O livro perdido de Abraão, Satanismo, Ocultismo, Museu de História Mórmon, compasso, esquadro, sinais maçônicos, cumprimentos, aperto de mão, sinalizar, não há socorro para o filho da viúva, Hiram Abiff, batidas na porta, maçonaria por trás de portas fechadas, expondo os Illuminati do âmago, livros evangélicos grátis, livros grátis, livros para download gratuito, livro de estudo sobre Maçonaria para baixar, livro de estudo sobre Mormonismo para baixar, E-book grátis, E-book sobre Mórmons,]

Nenhum comentário:

Postar um comentário